December 7, 2013 / 1:27 PM / 4 years ago

Coreia do Norte liberta veterano de guerra norte-americano após 7 semanas

Por Ben Blanchard e Michael Martina

PEQUIM, 7 Dez (Reuters) - A Coreia do Norte libertou um veterano de guerra norte-americano de 85 anos neste sábado, depois de mantê-lo detido por mais de um mês por crimes que as autoridades disseram que ele cometeu durante a Guerra da Coréia, há 60 anos.

O veterano, Merrill E. Newman viajou da Coreia do Norte para a China durante a manhã. Horas depois ele seguiu para San Francisco, em um voo da United Airlines, para se reencontrar com a sua família, segundo fontes do aeroporto de Pequim.

A agência oficial de notícias da Coréia do norte, KCNA, disse mais cedo que ele estava sendo deportado por razões humanitárias e porque tinha admitido o seu erro e pedido desculpas.

“Estou muito feliz por estar indo para casa”, disse Newman aos repórteres japoneses assim que chegou ao aeroporto de Pequim.

“E agradeço a tolerância do governo da RDPC (República Democrática Popular da Coreia, nome oficial da Coreia do Norte) que permitiu que eu seguisse o meu caminho. Eu me sinto bem. Eu me sinto bem. Quero ir para casa para ver a minha mulher.”

Newman falou rapidamente com a sua família após o desembarque em Pequim, seu filho Jeffrey disse aos repórteres em Pasadena, na Califórnia.

“Ele está de excelente humor e ansioso para se reunir com a sua família”, disse Jeffrey Newman.

“Esse é um grande momento para nós, como uma família, e será ainda melhor daqui a poucas horas, quando pudermos vê-lo,” ele acrescentou, ao ler uma declaração.

“Depois que Merrill chegar em casa e tiver a oportunidade de ter um merecido descanso, teremos mais a dizer sobre a sua viagem difícil e incomum.”

Newman parecia saudável nas fotos tiradas no aeroporto de Pequim. Uma testemunha da Reuters viu mais tarde funcionários da embaixada dos EUA no portão de embarque para o voo para San Francisco.

Fontes do aeroporto disseram que ele estava acompanhado por um funcionário consular dos EUA durante o voo de 11 horas e meia.

Newman foi um soldado das forças especiais durante a Guerra da Coréia de 1950-53 e trabalhou com guerrilhas, lutando por trás das linhas, contra a Coreia do Norte comunista.

A Coreia do Norte o chamou de criminoso de guerra. “Ele planejou espionagens e atividades subversivas contra a RDPC e, desempenhando suas funções, esteve envolvido em assassinatos de funcionários do Exército Popular da Coreia e de civis inocentes”, disse a KCNA.

Ele estava visitando a Coreia do Norte como turista, quando foi retirado de um voo da Air Koryo na Coreia do Norte, minutos antes do voo sair para Pequim no dia 26 de outubro.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below