December 10, 2013 / 11:54 AM / 5 years ago

Obama exalta Mandela e critica outros líderes que reprimem dissidência

JOHANESBURGO, 10 Dez (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, exaltou Nelson Mandela como “um gigante da justiça” nesta terça-feira, e disse que muitos líderes do mundo alegaram solidariedade com a luta do ex-presidente sul-africano pela liberdade, “mas não toleram a dissidência de seu próprio povo”.

Presidente dos EUA, Barack Obama, dicursa durante funeral do ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela, em Johanesburgo. Obama exaltou Nelson Mandela como "um gigante da justiça" nesta terça-feira, e disse que muitos líderes do mundo alegaram solidariedade com a luta do ex-presidente sul-africano pela liberdade, "mas não toleram a dissidência de seu próprio povo". 10/12/2013. REUTERS/Kai Pfaffenbach

Em discurso na cerimônia de homenagem a Mandela em um estádio de Johanesburgo, Obama fez a declaração diante de vários líderes, incluindo o vice-presidente chinês, Li Yuanchao, o presidente cubano, Raúl Castro, e o presidente do Zimbábue, Robert Mugabe.

Mandela, um dos maiores pacificadores do mundo, morreu na quinta-feira, aos 95 anos.

Reportagem de Ed Cropley e Pascal Fletcher

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below