December 17, 2013 / 11:35 AM / 5 years ago

Conflito no Sudão do Sul deixa ao menos 26 mortos em dois dias

JUBA, 17 Dez (Reuters) - Novos conflitos armados irromperam em Juba, capital do Sudão do Sul, nesta terça-feira, um dia após o presidente Salva Kiir ter dito que as forças de segurança frustraram uma “tentativa de golpe” por parte de apoiadores do ex-vice-presidente Riek Machar.

Tanque militar patrulha uma das principais avenidas de Juba, capital do Sudão do Sul. Novos conflitos armados irromperam em Juba nesta terça-feira, um dia após o presidente Salva Kiir ter dito que as forças de segurança frustraram uma "tentativa de golpe" por parte de apoiadores do ex-vice-presidente Riek Machar. 16/12/2013. REUTERS/Hakim George

Após constantes trocas de tiros e explosões durante a manhã, houve uma relativa calmaria por algumas horas antes da retomada dos tiros.

Ao menos 26 pessoas foram mortas em pouco menos de dois dias de conflito na capital, informou o subsecretário do Ministério da Saúde, Makur Matur Kariom, à Reuters.

“Essas são as pessoas que chegaram ao hospital e que morreram no hospital. Quem morreu fora do hospital não está sendo contabilizado”, disse Kariom, do Hospital Escola de Juba.

Os confrontos em Juba começaram no domingo.

Reportagem de Andrew Green

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below