December 17, 2013 / 2:32 PM / in 5 years

Importante revista dos direitos gays homenageia papa no 77º aniversário

Por Philip Pullella

Papa Francisco acena ao chegar para sua missa semanal na Praça de São Pedro, no Vaticano. A revista mais antiga dos Estados Unidos em defesa dos direitos de gays homenageou o papa Francisco com o prêmio de "Personalidade do Ano" nesta terça-feira, dia do aniversário de 77 anos do pontífice. 11/12/2013. REUTERS/Giampiero Sposito

CIDADE DO VATICANO, 17 Dez (Reuters) - A revista mais antiga dos Estados Unidos em defesa dos direitos de gays homenageou o papa Francisco com o prêmio de “Personalidade do Ano” nesta terça-feira, dia do aniversário de 77 anos do pontífice.

A revista Advocate disse que escolheu Francisco porque, apesar de o papa ainda ser contra o casamento homossexual, seu pontificado até o momento tem demonstrado “uma mudança gritante na retórica (antigay) de seus dois antecessores”.

A publicação exaltou a resposta dada por Francisco em julho a um repórter quando perguntado sobre a presença de gays na Igreja, quando o papa disse: “Se a pessoa é gay, busca a Deus e tem boa vontade, quem sou eu para julgá-la?”.

A Advocate disse que a organização gay católica “Igualmente Abençoados” descreveu a frase como “algumas das palavras mais encorajadoras de um pontífice sobre gays e lésbicas”.

O Vaticano reforçou que as palavras do papa não mudam os ensinamentos da Igreja sobre a homossexualidade. Segundo a Igreja, a tendência homossexual não é pecaminosa, mas os atos homossexuais são.

Ainda assim, a comunidade gay e muitos heterossexuais na Igreja saudaram o que viram como uma mudança de ênfase e um pedido para que a Igreja tenha mais compaixão e menos condenação.

A Advocate disse que ninguém deve “subestimar a capacidade de qualquer papa de convencer corações e mentes na abertura para pessoas LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transexuais)”.

Na semana passada, a revista Time concedeu o mesmo prêmio ao papa Francisco, elogiando o pontífice por ter mudado a mensagem da Igreja Católica em prol do perdão em vez da condenação.

O Vaticano informou que o papa comemorou o aniversário de 77 anos com a tradicional missa matinal na casa de hospedes onde escolheu viver no lugar dos espaços apartamentos papais utilizados por seus antecessores.

Quatro pessoas sem-teto que vivem em ruas próximas ao Vaticano foram convidadas por um funcionário do Vaticano para tomar café da manhã com o papa, segundo o Vaticano.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below