January 29, 2014 / 9:49 AM / 5 years ago

Obama cobra fechamento de Guantánamo este ano

Detento, cujo nome, rosto e nacionalidade não podem ser revelados, reza dentro da prisão militar Camp Delta 4, na Base Naval dos Estados Unidos na Baía de Guantánamo, em Cuba. Obama disse na terça-feira que 2014 deve ser o ano para fechar finalmente a prisão dos Estados Unidos na Baía de Guantánamo, à medida que o país reduz seu papel militar no Afeganistão e se afasta do "permanente pé de guerra". 27/06/2006. REUTERS/Brennan Linsley/Pool

WASHINGTON, 29 Jan (Reuters) - O presidente norte-americano, Barack Obama, disse na terça-feira que 2014 deve ser o ano para fechar finalmente a prisão dos Estados Unidos na Baía de Guantánamo, à medida que o país reduz seu papel militar no Afeganistão e se afasta do “permanente pé de guerra”.

Em seu discurso anual do Estado da União, Obama renovou a antiga promessa, que remonta ao início de sua Presidência há cinco anos, de fechar a prisão na base naval dos EUA em Cuba, que é alvo de condenação internacional.

Obama pediu ao Congresso que tome medidas para ajudá-lo a fechar Guantánamo.

“Este precisa ser o ano para o Congresso retirar as restrições remanescentes sobre transferências de detentos e para fecharmos a prisão de Guantánamo”, disse Obama. “Porque nós combatemos o terrorismo não apenas através da inteligência e da ação militar, mas permanecendo fiéis aos nossos ideais constitucionais e dando um exemplo para o resto do mundo.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below