February 23, 2014 / 3:28 PM / 4 years ago

Tymoshenko diz que não quer posto de premiê da Ucrânia

KIEV, 23 Fev (Reuters) - A líder oposicionista da Ucrânia Yulia Tymoshenko, libertada da prisão no sábado depois que seu arquirrival o então presidente Viktor Yanukovich deixou Kiev, disse neste domingo que não quer ser considerada para o cargo de primeira-ministra.

Mais cedo, os partidários dela no Parlamento disseram que ela era uma das três favoritas para ser nomeada chefe do governo de unidade nacional.

“Foi uma surpresa para mim quando ouvi que eu estava sendo considerada para o posto de primeira-ministra. Ninguém acordou isso comigo ou discutiu isso comigo”, disse.

“Sou grata pelo respeito que isso mostra, mas peço para não ser considerada para este posto”, acrescentou em comentários publicados em seu site na Internet.

Os comentários sugerem que Tymoshenko, que por pouco foi derrotada por Yanukovich na eleição presidencial de fevereiro de 2010 e foi posteriormente presa em 2011 por abuso de poder como primeira-ministra, pode estar interessada em voltar a disputar a Presidência.

Reportagem de Natalia Zinets

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below