February 24, 2014 / 5:03 PM / in 4 years

Associação de ALL e Rumo criará empresa de forte liquidez, diz Cosan

SÃO PAULO, 24 Fev (Reuters) - A empresa que poderá ser criada com a associação da ALL com a Rumo Logística terá forte liquidez e a possibilidade de captar recursos no mercado para fazer investimentos, afirmaram executivos da Cosan, controladora da Rumo, em teleconferência nesta segunda-feira.

Um trem de carga carregando cereais viaja rumo ao porto de Santos. A empresa que poderá ser criada com a associação da ALL com a Rumo Logística terá forte liquidez e a possibilidade de captar recursos no mercado para fazer investimentos, afirmaram executivos da Cosan, controladora da Rumo, em teleconferência nesta segunda-feira. 23/09/2012 REUTERS/Nacho Doce

A empresa de infraestrutura e energia informou pela manhã que sua subsidiária fez uma proposta para que Rumo incorpore todas as ações da ALL, que enfrenta dúvidas do mercado sobre sua capacidade de investimento e capitalização.

Questionado por analistas se a Cosan faria um aporte de recursos na nova empresa, o presidente da companhia, Marcos Lutz, evitou responder diretamente, afirmando que a nova empresa terá uma forte geração de caixa.

“Se a proposta for aceita, essa companhia terá bastante liquidez e grande tamanho no mercado. E pode levantar recursos no mercado, se necessário”, disse ele, acrescentando que o mercado financeiro “tem que se tranquilizar” sobre a questão.

O Conselho de Administração da ALL avaliará a oferta em até 40 dias. Se aprovada a operação vai a assembleia de acionistas.

Os executivos da Cosan se mostraram otimistas com a aprovação, por parte dos acionistas da ALL, ressaltando que o plano não foi decidido de forma unilateral.

Mas após aprovação pelos acionistas da ALL, a operação ainda depende de aprovação por órgãos reguladores. “Na prática a gente trabalha com um horizonte de mais longo prazo que 60 dias. Se proposta for aceita vamos tentar fazer o processo ocorrer de forma mais rápida possível”, disse Lutz.

Pela proposta, a Rumo deve incorporar a totalidade das ações da ALL, ficando com 36,5 por cento da empresa resultante da união, enquanto os demais 63,5 por cento do capital caberiam aos sócios da ALL, segundo fato relevante da Cosan.

Ainda que os atuais sócios da ALL devam ficar com mais de 60 por cento do capital da nova empresa, será a Cosan quem indicará a maioria dos membros do Conselho de Administração, nomeando nove de um total de 17.

A Cosan também anunciou nesta manhã uma reorganização societária com a criação da Cosan Logística e da Cosan Energia, empresas que deverão ter capital aberto e ser listadas no segmento do Novo Mercado da Bovespa.

Segundo a empresa, eventualmente pode haver uma fusão entre a Cosan Logística e a empresa resultante da associação entre ALL e Rumo, fazendo com que apenas duas empresas do grupo tenham ações na bolsa: a Cosan Logística e a Cosan Energia.

Por Roberta Vilas Boas

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below