March 1, 2014 / 6:44 PM / 5 years ago

Presidente do Irã pede a generais que suspendam retórica hostil

DUBAI, 1 Mar (Reuters) - O presidente do Irã, Hassan Rouhani, pediu aos líderes militares do país neste sábado que permitam que a diplomacia prevaleça nas questões de possíveis ameaças externas, em uma clara referência aos esforços para acabar com a disputa nuclear e décadas de relações hostis com o Ocidente.

“É muito importante formular frases e discursos de uma forma que não sejam entendidos como ameaça, intenção de dar um golpe”, disse Rouhani em uma reunião com o alto escalão militar iraniano.

“Temos que ser muito cuidadosos em nossos cálculos. Lançar mísseis e promover exercícios militares para assustar o outro lado não é uma boa dissuasão, apesar de uma necessidade em seu devido lugar”, disse o presidente, segundo a agência de notícias oficial Irna.

“Uma falha poderia colocar tudo em chamas e causar estragos.”

Um moderado eleito por uma grande margem em junho, Rouhani rompeu com a tradição e tem assumido compromissos com os Estados Unidos e seus aliados sobre o enriquecimento de urânio, uma questão delicada que resultou em sanções econômicas globais contra o Irã.

Mas esses esforços vão contra os discursos beligerantes de radicais islâmicos que dominam a Guarda Revolucionária e o Exército regular em menor grau.

Enquanto negociadores nucleares iranianos conversavam com potências mundiais em Viena no mês passado, muitos generais estavam batendo tambores de guerra em casa e flexionando seus músculos militares.

“Nossos antepassados ​​nos prepararam para a batalha épica final”, disse o comandante-chefe da Guarda Revolucionária, Mohammad Ali Jafari, no mês passado.

Tal beligerância esteve ausente no discurso de Rouhani neste sábado.

“Nossa política externa é baseada na distensão e na construção de confiança com o mundo. Este não é apenas um lema”, disse ele. “O Irã é sincero em dizer que não está tentado a atacar. Agressão é a nossa linha vermelha. Armas de destruição em massa são a nossa linha vermelha.”

Reportagem de Mehrdad Balali

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below