March 7, 2014 / 12:06 AM / 5 years ago

Obama pede a Putin para aceitar termos de solução diplomática para Ucrânia

WASHINGTON, 6 Mar (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu nesta quinta-feira ao presidente russo, Vladimir Putin, para aceitar os termos de uma solução diplomática para a crise na Ucrânia, em um telefonema que durou uma hora.

Manifestantes pedem aos Estados Unidos que tomem medidas contra as recentes ações da Rússia na Ucrânia, em protesto em frente à Casa Branca, em Washington, nesta quinta-feira. 06/03/2014 REUTERS/Jonathan Ernst

Na segunda conversa deles por telefone em seis dias, Obama enfatizou a Putin que a incursão russa na Ucrânia era uma violação da soberania ucraniana e da integridade territorial do país, de acordo com a Casa Branca.

Durante a ligação, Obama delineou os termos de uma “saída” diplomática que as autoridades norte-americanas estão promovendo.

Os termos do acordo preveem que a Rússia recue as tropas para suas bases na Crimeia, permita que monitores internacionais acessem a região para garantir que os direitos dos russos sejam respeitados e consinta conversas diretas com autoridades da Ucrânia.

“O presidente Obama indicou que há uma maneira de resolver a situação diplomaticamente”, disse a Casa Branca em um comunicado.

Reportagem de Steve Holland

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below