March 18, 2014 / 4:18 PM / 4 years ago

Líderes do G7 se reunirão semana que vem em Haia para discutir Ucrânia

WASHINGTON, 18 Mar (Reuters) - Os Estados Unidos e seus aliados no G7 vão se reunir na semana que vem em Haia para discutir uma resposta à tentativa da Rússia de absorver a região ucraniana da Crimeia, informou a Casa Branca nesta terça-feira.

O anúncio veio no mesmo dia que o presidente russo, Vladimir Putin, assinou um tratado que faz da Crimeia parte da Rússia depois de a região realizar um referendo no domingo, considerado ilegítimo pelo Ocidente.

A reunião do G7 será feita às margens de uma cúpula sobre segurança nuclear em Haia, à qual o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, planeja comparecer.

“A reunião se concentrará na situação na Ucrânia e nos passos adicionais que o G7 pode dar para responder aos desdobramentos e apoiar a Ucrânia”, disse a porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca Catlin Hayden.

Os Estados Unidos impuseram sanções a 11 autoridades russas e ucranianas na segunda-feira, enquanto a União Europeia citou 21 pessoas na Rússia e na Ucrânia para a aplicação de sanções.

O G7 inclui EUA, Alemanha, Grã-Bretanha, Canadá, França, Japão e Itália. A União Europeia também foi convidada para a reunião.

Os líderes do G7 já suspenderam as preparações para uma reunião do G8, que inclui também a Rússia, marcada para junho na cidade russa de Sochi, mas que está em dúvida por causa da crise na Ucrânia.

A Rússia se tornou o oitavo membro do grupo em 1998.

Reportagem de Steve Holland e Susan Heavey

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below