March 22, 2014 / 1:32 PM / 4 years ago

Polônia pede maior presença militar dos EUA no Leste Europeu

VARSÓVIA (Reuters) - Os Estados Unidos deveriam aumentar sua presença militar na Polônia e em outros países membros da OTAN, no Leste Europeu e na Europa Central, tendo em vista acontecimentos como a crise na Ucrânia, disse o ministro da defesa polonês, Tomasz Siemoniak, neste sábado.

Siemoniak disse que Washington estava aberto para discutir a ideia, mas que conversações detalhadas ainda seriam iniciadas.

O vice-presidente dos EUA, Joe Biden, visitou a Polônia na terça-feira e confirmou planos para implantar elementos de um escudo antimísseis na Polônia até 2018 e se reuniu com o primeiro-ministro polonês, Donald Tusk e com o presidente Bronislaw Komorowski.

“Os EUA precisam aumentar a sua presença na Europa (central e leste), e também na Polônia”, ele disse à estação de rádio FM, RMF.

“Vamos conversar sobre os detalhes e estou feliz que os representantes e o vice-presidente dos EUA estão abertos a ter essas conversas”, ele disse.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below