March 24, 2014 / 10:58 AM / 5 years ago

Ucrânia manda suas forças saírem da Crimeia diante de ameaça russa, diz presidente

Fuzileiros navais da Ucrânia carregam seus pertences pessoais fora de uma base militar ucraniana na cidade portuária de Feodosia, na Crimeia. A Ucrânia retirou suas forças da Crimeia diante das ameaças e da pressão das Forças Armadas russas, disse o presidente interino da Ucrânia, Oleksander Turchinov, nesta segunda-feira. 24/03/2014 REUTERS/Shamil Zhumatov

KIEV, 24 Mar (Reuters) - A Ucrânia retirou suas forças da Crimeia diante das ameaças e da pressão das Forças Armadas russas, disse o presidente interino da Ucrânia, Oleksander Turchinov, nesta segunda-feira.

Falando ao Parlamento depois que tropas russas tomaram uma importante base naval em Feodosia, coroando uma tomada gradual de unidades militares ucranianas na península, Turchinov disse que a decisão levou em conta “as ameaças às vidas e à saúde de nosso pessoal” e de suas famílias.

“O Conselho de Defesa e Segurança Nacional instruiu o Ministério da Defesa a realocar as unidades militares na Crimeia e promover a evacuação de suas famílias”, disse.

Reportagem de Natalia Zinets

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below