April 1, 2014 / 4:49 PM / 4 years ago

Cantareira teve chuva acima da média em março, mas nível de reservatório caiu

SÃO PAULO, 1 Abr (Reuters) - O volume de chuva que caiu em março sobre o Sistema Cantareira, um dos principais para o abastecimento de água da região metropolitana de São Paulo, ficou acima da média histórica, mostraram dados nesta terça-feira, mas não foi suficiente impedir a queda do nível dos reservatórios para 13,4 por cento.

“O volume de chuva observado em março de 2014 é o maior desde fevereiro de 2013, quando choveu 249 milímetros”, informou a empresa de meteorologia Climatempo em nota nesta terça-feira. Desde julho de 2013 não chovia acima da média no Sistema Cantareira.

Apesar disso, o nível de armazenamento de água no Sistema Cantareira caiu 3 pontos percentuais desde o último dia de fevereiro até 31 de março, de acordo com os dados mais recentes da estatal paulista de água e saneamento Sabesp.

Na segunda-feira, o governo do Estado de São Paulo ampliou o programa de desconto em tarifas de água da Sabesp, sendo que o programa vale agora para todos os municípios atendidos pela Sabesp na região metropolitana de São Paulo, e não mais apenas para as cidades abastecidas pelo Sistema Cantareira.

O programa concede um desconto de 30 por cento para os clientes da Sabesp que conseguirem reduzir em 20 por cento seu consumo médio de água.

Segundo a Climatempo, as temperaturas em São Paulo em março também ficaram acima das médias históricas, com mínima média de 19,6 graus e máxima de 28,8 graus -- cerca de 1,6 graus.

Por Anna Flávia Rochas

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below