April 4, 2014 / 1:42 PM / 5 years ago

ENTREVISTA-Premiê ucraniano promete austeridade, apesar da pressão russa

Por Natalia Zinets e Richard Balmforth e Paul Ingrassia

O primeiro-ministro ucraniano, Arseny Yatseniuk, ouve uma pergutna durante uma entrevista à Reuters, em Kiev. O governo ucraniano manterá as impopulares medidas de austeridade como um "preço pela independência", disse Yatseniuk, enquanto a Rússia pressiona para desestabilizar a Ucrânia, incluindo um aumento do preço do gás. 03/04/2014 REUTERS/Valentyn Ogirenko

KIEV, 4 Abr (Reuters) - O governo ucraniano manterá as impopulares medidas de austeridade como um “preço pela independência”, disse o primeiro-ministro Arseny Yatseniuk, enquanto a Rússia pressiona para desestabilizar a Ucrânia, incluindo um aumento do preço do gás.

Yatseniuk, de 39 anos, que assumiu no mês passado o cargo de premiê-interino depois da deposição do presidente Viktor Yanukovich em decorrência dos protestos populares, admitiu que será muito difícil “sob a atual presença russa”, desfazer o “crime internacional” representado pela anexação da Crimeia à Rússia.

Essa península ucraniana, com população majoritariamente russófona, votou por sua incorporação à Rússia depois da deposição de Yanukovich, que abriu espaço para um governo pró-ocidental em Kiev.

O novo premiê descartou a possibilidade de reconhecer a anexação da Crimeia em troca de restabelecer boas relações com Moscou.

“Quero ser perfeitamente claro. Jamais vamos reconhecer a anexação da Crimeia... Chegará a hora em que a Ucrânia irá assumir o controle da Crimeia”, disse ele, em inglês, no amplo palácio governamental da era soviética, sob a bandeira azul e amarela da Ucrânia.

Ele se descreveu como o líder de um governo “kamikaze”, assombrado pelas impopulares medidas de austeridade que precisará adotar — as quais, no entanto, ele prometeu manter, incluindo a duplicação do preço do gás para consumidores domésticos, a partir de maio, e o congelamento de salários e pensões, apesar da inflação superior a 10 por cento ao ano e da retração de 3 por cento prevista para o PIB.

A ajuda do FMI —14 a 18 bilhões de dólares, em troca de reformas econômicas duras— seria “um tremendo passo à frente”, afirmou. “Vamos recuperar a confiança e a credibilidade dos investidores estrangeiros. Este é um mapa para a Ucrânia.”

O governo ucraniano disse que, sem as medidas de austeridade exigidas pelo FMI, a economia poderia encolher até 10 por cento neste ano.

Yatseniuk, que é formado em direito e economia e foi ministro das Finanças, costuma ser visto como excessivamente intelectual e alheio aos problemas reais para ocupar o cargo em que está. Em entrevista ao jornal Kiyv Post em dezembro de 2012, ele disse que só conseguiu chegar ao primeiro escalão do governo “porque sou careca e uso óculos”.

Mas ele vem se empenhando em melhorar a imagem, especialmente junto aos ucranianos que têm o russo como língua materna, que vivem principalmente no leste e sul do país.

Analistas dizem que ele também impressionou líderes ocidentais com sua lucidez durante visitas a Washington e Bruxelas no mês passado.

Sobre o apoio ocidental na disputa envolvendo a Crimeia, Yatseniuk disse: “O mundo está preparado para a Terceira Guerra Mundial? Tenho absoluta certeza de que não.”

Ele disse que a adoção de sanções apenas limitadas por parte do Ocidente contra a Rússia é algo compreensível, mas que está permitindo que Moscou intensifique a pressão sobre o país vizinho.

“Não há razão para que a Rússia aumente o preço do gás para a Ucrânia, a não ser uma, a política. Prevemos que a Rússia irá além em termos de pressão na frente do gás, inclusive limitando o fornecimento de gás para a Ucrânia”, afirmou. “Eles pressionam, pressionam, pressionam.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below