April 19, 2014 / 1:57 PM / 4 years ago

Jornalistas sequestrados são encontrados na fronteira de Síria com Turquia

ISTAMBUL, 19 Abr (Reuters) - Quatro jornalistas franceses, reféns na Síria desde junho, foram encontrados por soldados turcos em sua fronteira com a Síria no sábado, informou a mídia turca, e o presidente francês, François Hollande, disse que os quatro estão em bom estado de saúde.

Nicolas Henin, Pierre Torres, Edouard Elias e Didier François foram encontrados na província de Sanliurfa vendados e com as mãos amarradas, disse a agência de notícias Dogan.

Hollande disse que os quatro estavam em “boa saúde, apesar das condições difíceis do cativeiro. Eles serão levados para a França nas próximas horas”, ele disse em um comunicado.

Segundo a agência de notícias, os jornalistas foram sequestrados pelo grupo rebelde Estado Islâmico do Iraque e Levant (ISIL), mas que um grupo desconhecido trouxe os jornalistas até a fronteira turca na noite de sexta-feira. Eles seriam entregues às autoridades francesas depois de exames médicos, disse a agência.

François, veterano correspondente de guerra que trabalha para a rádio Europe 1, e o fotógrafo Elias foram sequestrados no inicio de junho quando estavam a caminho de Aleppo. Henin, que estava trabalhando para a revista Le Point, e Torres, fazendo reportagens para o canal de TV franco-germânico Arte, foram capturados no final daquele mês.

A Síria é o lugar mais perigoso do mundo para os jornalistas, de acordo com o Comitê de Proteção aos Jornalistas.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below