for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up

Kremlin diz que EUA devem provar acusações de interferência em eleição ou se calar

Porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov. 19/05/2016 REUTERS/Sergei Karpukhin

TÓQUIO (Reuters) - O Kremlin afirmou nesta sexta-feira que os Estados Unidos precisam comprovar as acusações de que a Rússia interveio na eleição presidencial norte-americana ao hackear organizações do Partido Democrata, ou abandonar a questão.

“Ou parem de falar sobre isto ou finalmente providenciem alguma evidência. Caso contrário, parece indecente”, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, a repórteres em Tóquio.

A Rússia negou diversas vezes as acusações de invasão cibernética.

Reportagem de Katya Golubkova

for-phone-onlyfor-tablet-portrait-upfor-tablet-landscape-upfor-desktop-upfor-wide-desktop-up