1 de Agosto de 2017 / às 15:39 / em 4 meses

ONU cobra libertação de opositores e investigação de mortes na Venezuela

GENEBRA (Reuters) - A Venezuela precisa libertar manifestantes pacíficos que estão presos e autorizar uma investigação rápida e independente sobre as mortes de ao menos 10 pessoas em protestos ocorridos durante o fim de semana, disse nesta terça-feira a principal autoridade de direitos humanos da ONU.

Manifestantes prestam homenagem a vítimas de violência em protestos na Venezuela 31/07/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino

“Estou profundamente preocupado que os líderes de oposição Leopoldo López e Antonio Ledezma tenham sido novamente levados sob custódia por autoridades venezuelanas após a prisão domiciliar deles ter sido revogada”, disse Zeid Ra‘ad al-Hussein em comunicado.

“Faço um apelo às autoridades para que não tornem a situação já extremamente volátil ainda pior com o uso da força excessiva, incluindo por meio de invasões violentas de residências por forças de segurança que têm ocorrido em várias partes do país”.

Reportagem de Tom Miles

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below