9 de Agosto de 2017 / às 15:08 / em 4 meses

Prefeito venezuelano foragido pede que oposição resista a Maduro

CARACAS (Reuters) - Um prefeito da Venezuela, que está foragido para evitar ser preso por permitir a realização de protestos contra o governo em seu distrito de Caracas, pediu que a oposição continue resistindo ao presidente Nicolás Maduro, cujos poderes estão sendo ampliados por um novo órgão legislativo.

Manifestantes de oposição na Venezuela carregam bandeira com desenho do presidente Nicolás Maduro, durante protesto em Caracas REUTERS/Ueslei Marcelino

Ramón Muchacho, prefeito do rico distrito de Chacao, apareceu em um vídeo filmado em uma localização clandestina, depois que a suprema corte do país o condenou a 15 meses de prisão por desafiar uma ordem para impedir manifestantes de atrapalharem o trânsito.

“Para todos os venezuelanos, a mensagem é para continuar nessa luta”, disse Muchacho, vestindo uma camiseta branca com a bandeira de Venezuela e de barba. Ele disse que o vídeo foi filmado por volta de meia-noite.

Muchacho foi o quarto prefeito venezuelano a ser acusado nos últimos 15 dias por não impedir que manifestantes bloqueassem o trânsito através de suas jurisdições, e um quinto tem audiência marcada para esta quarta-feira.

Mais de 125 pessoas morreram em manifestações desde que a oposição iniciou uma onda de protestos por todo o país em abril, exigindo uma eleição presidencial antecipada, que tem certeza que Maduro perderá.

Reportagem adicional de Corina Pons

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below