12 de Outubro de 2017 / às 22:44 / em 2 meses

Iraque diz que curdos devem apoiar unidade do país antes de negociações

BAGDÁ (Reuters) - O governo do Iraque tem uma série de condições que devem ser cumpridas pelo Governo Regional Curdo antes de concordar com negociações sobre a crise provocada pelo referendo de independência curdo no mês passado, disse um porta-voz iraquiano nesta quinta-feira.

Os curdos precisam primeiro “se comprometer com a unidade iraquiana”, disse à Reuters o porta-voz, em resposta a uma oferta de diálogo feita na quarta-feira pelas autoridades curdas.

“As autoridades locais na região (curda) devem aceitar a autoridade soberana do governo federal sobre... exportações de petróleo, segurança e proteção da fronteira, incluindo pontos de entrada por ar e terra”, acrescentou o porta-voz.

Os curdos também precisam “reconhecer a autoridade do governo federal nas chamadas regiões em disputa”, afirmou ele, em referência a áreas reivindicadas pelos curdos e por Bagdá, incluindo Kirkuk, rica em petróleo, no norte do Iraque.

Combatentes peshmerga curdos entraram em Kirkuk quando o Exército iraquiano entrou em colapso diante do Estado Islâmico em 2014, impedindo que os campos de petróleo da região caíssem nas mãos dos militantes.

O primeiro-ministro do Iraque, Haider al-Abadi, sugeriu na semana passada que Kirkuk tenha uma administração conjunta entre os curdos e Bagdá, mas sob a autoridade iraquiana.

”Essa é a base para qualquer diálogo pedida pelo governo local da região”, disse o porta-voz.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below