23 de Outubro de 2017 / às 13:54 / em 2 meses

Todas as instalações para Jogos de Inverno estão prontas, diz chefe de Pyeongchang 2018

OLÍMPIA ANTIGA, Grécia (Reuters) - Os organizadores da Olimpíada de Inverno de Pyeongchang de 2018 finalizaram a construção de todas as instalações de competição e outros fins, disse o chefe dos Jogos, Lee Hee-beom, nesta segunda-feira antes do início do percurso da tocha olímpica.

Presidente e CEO do Comitê Organizador da Olimpíada de Inverno de Pyeongchang de 2018, Lee Hee-beom, durante coletiva de imprensa, em Olímpia, na Grécia 23/10/2017 REUTERS/Costas Baltas

Pyeongchang vinha se apressando para encerrar o trabalho em uma série de projetos, incluindo hotéis, e locais de competição depois de se atrasar nos primeiros anos dos preparativos.

Lee disse que a finalização do trabalho é uma boa notícia para os organizadores, que agora podem se concentrar na realização do que, segundo ele, será a maior Olimpíada de Inverno da história.

Lee está na Olímpia antiga para o acendimento da tocha olímpica no local da antiga Olimpíada, evento que dará início à contagem regressiva para os Jogos.

A chama chegará a Seul no dia 1o de novembro para começar uma turnê de três meses pelo país.

“Anuncio que, no dia de hoje, todas as instalações de competição ou não-competição estão completas”, disse Lee aos repórteres um dia antes da cerimônia de acendimento da tocha.

“Queremos fazer com que eles (atletas) vivam os melhores momentos de suas vidas com as melhores instalações possíveis. Estamos bem encaminhados para consegui-lo”.

“A infraestrutura, incluindo o trem de alta velocidade (que conecta Pyeongchang ao aeroporto de Incheon) e as rodovias já estão prontos. Seremos os maiores Jogos de todos os tempos e almejamos ser os mais dedicados aos atletas”.

Os Jogos de Inverno de 9 a 25 de fevereiro serão os primeiro sediados na Ásia fora do Japão e os primeiros de três consecutivos no continente – em seguida vêm a Olimpíada de Verão de Tóquio de 2020 e a Olimpíada de Inverno de Pequim em 2022.

Mas os organizadores estão tendo dificuldades de vender ingressos, já que só cerca de um terço dos que estão disponíveis já foram comprados.

Os preparativos do maior evento esportivo do mundo também foram eclipsados por uma crise crescente na Península Coreana.

A Coreia do Norte está trabalhando para fabricar um míssil com uma ogiva nuclear capaz de atingir o território continental dos Estados Unidos e vem ignorando todos os pedidos – inclusive de sua única grande aliada, a China – para conter seus programas de armas, que desenvolve em desafio a resoluções do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

“Sabemos que o mundo está assistindo a situação geopolítica atual”, disse Lee. “Continuamos a trabalhar muito de perto com todas as autoridades relevantes de participantes para realizar Jogos seguros e protegidos para todos os envolvidos”.

“Os Jogos Olímpicos transcendem a tensão política. Os Jogos Olímpicos são um símbolo de esperança e paz”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below