25 de Outubro de 2017 / às 12:12 / em 2 meses

Obama discriminou energia a carvão e nuclear, diz secretário de Energia dos EUA

CIDADE DO CABO (Reuters) - Os Estados Unidos discriminaram as indústrias de energia nuclear e a carvão sob a administração do presidente Barack Obama, disse o secretário de Energia norte-americano, Rick Perry, nesta quarta-feira.

Secretário de Energia norte-americano, Rick Perry, fala com repórteres na Cidade do México, México 13/07/2017 REUTERS/Henry Romero

“Nuclear e carvão...essas duas indústrias sofreram discriminação ao longo da última administração”, disse Perry a jornalistas em uma conferência sobre petróleo na Cidade do Cabo, na África do Sul, quando questionado sobre uma diretiva do governo para apoiar usinas a carvão e nucleares antigas.

A diretiva recompensaria algumas usinas nucleares e movidas a carvão que têm capacidade para armazenar 90 dias de combustível em suas instalações, devido à contribuição delas para a confiabilidade do sistema elétrico do país.

Questionado sobre possíveis ameaças ao suprimento de energia dos EUA, Perry, um ex-governador do Texas, centro do petróleo do país, citou a cibersegurança como a principal preocupação, seguida por desastres naturais, como furacões.

Por Ed Stoddard

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below