3 de Novembro de 2017 / às 20:33 / em um mês

Justiça venezuelana retira imunidade parlamentar de vice-presidente da Assembleia Nacional

CARACAS (Reuters) - O Tribunal Supremo de Justiça da Venezuela suspendeu a imunidade do deputado Freddy Guevara, vice-presidente da Assembleia Nacional - que está sob controle da oposição - no que parece ser o sinal de uma decisão final contra o parlamentar, informou nesta sexta-feira o vice-presidente do país.

Guevara também foi proibido de deixar o país por ordem do Tribunal por ter cometido “vários delitos em flagrante”, disse o vice-presidente venezuelano, Tareck El Aissami, durante um ato com militares transmitido pela televisão estatal.

Guevara será a primeira figura do Congresso opositor a ver suas prerrogativas de parlamentar sendo retiradas, depois de várias ameaças públicas do presidente Nicolás Maduro, que acusa os deputados que lideram o Legislativo de “traidores da pátria”.

Guevara é o principal líder do partido Vontade Popular, que junto com outros grupos de oposição decidiram esta semana não participar das próximas eleições locais depois de denunciarem fraude nos últimos pleitos regionais.

Maduro considerou a postura dos partidos de oposição como um boicote e comemorou a decisão de organizações, como o partido Um Novo Tempo - o quarto maior da Venezuela -, de participar das eleições.

As divisões internas dos grupos de oposição ao governo se acentuaram depois que os protestos que pediram a saída de Maduro por quatro meses se acalmaram e a oposição perdeu a maioria nas eleições de outubro.

Por Corina Pons e Eyanir Chinea

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below