12 de Novembro de 2017 / às 17:58 / em um mês

Índice de aprovação de presidente peruano cai a 27% em meio a tensões com oposição, diz pesquisa

LIMA (Reuters) - O índice de aprovação do presidente peruano, Pedro Pablo Kuczynski, caiu três pontos percentuais, para 27 por cento, após tensões crescentes com o Congresso liderado pela oposição, mostrou pesquisa Ipsos publicada no jornal El Comercio deste domingo.

Kuczynski havia atingido aprovação de 30 por cento na pesquisa do mês passado, conforme seu governo de centro-direita saiu de uma crise política após o Congresso afastar seu gabinete e a seleção peruana manteve as esperanças para qualificação na Copa do Mundo.

Mas um pedido do comitê do Congresso para que Kuczynski testemunhe sobre os subornos pagos à empreiteira brasileira Odebrecht durante o governo do ex-presidente, Alejandro Toledo, pesou contra sua popularidade em novembro, escreveu o diretor da Ipsos, Alfredo Torres, em coluna no jornal.

Kuczynski, ex-banqueiro de Wall Street e hoje com 79 anos, serviu como ministro de Economia de Toledo e primeiro-ministro entre 2011-2006.

Ele tornou-se presidente do Peru em julho de 2016 com a promessa de modernizar o país e fortalecer a economia, mas seu primeiro ano no cargo foi marcado por confrontos com o Congresso e desaceleração do crescimento.

A pesquisa da Ipsos consultou 1.254 peruanos entre 1º e 3 de novembro, com margem de erro de 2,7 pontos percentuais.

Por Teresa Cespedes

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below