22 de Novembro de 2017 / às 14:05 / em 23 dias

Trump chama pai de jogador de basquete envolvido em caso de furto na China de "tolo ingrato"

(Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reacendeu, nesta quarta-feira, uma rixa com o pai de um dos três jogadores de basquete da Universidade da Califórnia de Los Angeles (UCLA) detidos na China sob suspeita de furto, o chamando de “tolo ingrato” em uma série de tuítes.

Presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca 21/11/2017 REUTERS/Jim Bourg

LaVar Ball, pai de LiAngelo Ball, minimizou o envolvimento de Trump na libertação dos três atletas depois que eles admitiram roubar itens de três lojas durante viagem do time à China no início deste mês.

“...LaVar, você poderia ter passado os próximos 5 a 10 anos durante (o feriado de) Ação de Graças com seu filho na China, mas sem um contrato da NBA para te sustentar. Mas se lembre LaVar, furto não é pouca coisa. É uma coisa muito séria, especialmente na China. Tolo ingrato!”, escreveu Trump no Twitter.

Em outro tuíte, Trump assumiu todo o crédito por livrar LiAngelo Ball de uma pena de prisão de longa duração --e não a Casa Branca, ou o Departamento de Estado ou os parceiros de LaVar Ball na China.

“Fui eu. Sinto muito! LaVar é apenas uma a versão pobre de Don King, mas sem o cabelo. Apenas pense...”, tuitou Trump, se referindo ao empresário de atletas de boxe norte-americanos.

Ball se recusou a agradecer o presidente e minimizou seu papel no processo que levou seu filho de volta para casa.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below