April 17, 2018 / 10:59 PM / 5 months ago

Trump diz que EUA estão em conversas diretas com Coreia do Norte sobre cúpula

PALM BEACH, Estados Unidos (Reuters) - O presidente norte-americano, Donald Trump, revelou nesta terça-feira que os Estados Unidos estão em conversas diretas em “níveis extremamente altos” com Pyongyang para tentar marcar uma cúpula entre ele e o líder norte-coreano, Kim Jong Un.

Trump fala ao lado de premiê japonês Abe em Palm Beach 17/4/2018 REUTERS/Kevin Lamarque

Trump fez o comentário durante uma sessão de fotos com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, conforme davam início a dois dias de conversas no retiro Mar-a-Lago do presidente em Palm Beach, na Flórida, que irá incluir uma rodada de golfe.

    Trump disse que autoridades norte-americanas estão analisando cinco locais diferentes para um encontro no final de maio ou começo de junho com Kim. Perguntado se algum destes locais fica nos EUA, Trump disse “não”.

    Ele não identificou quem do lado norte-americano está em conversas com norte-coreanos.

    “Nós tivemos conversas diretas em níveis muito altos, níveis extremamente altos, com a Coreia do Norte. E eu realmente acredito que existe boa vontade, que coisas boas estão acontecendo. Vamos ver o que acontece... porque no fim das contas é o resultado final que conta, não o fato de estarmos pensando sobre ter um encontro, ou ter um encontro”, disse Trump.

Trump e Abe estão em dois dias de conversas amplamente focadas na possível cúpula com Kim, conforme o Japão busca comprometimento dos EUA de que qualquer acordo de desnuclearização que o presidente selar com Kim irá incluir não somente mísseis de longo alcance, mas também aqueles que podem ser mirados contra o Japão.

    Trump disse ser possível que esforços diplomáticos para organizar uma cúpula não alcancem a meta.

    “É possível que as coisas não sigam bem e nós não tenhamos os encontros e nós iremos apenas continuar neste caminho muito forte que tomamos”, disse.

    Trump também apoiou esforços entre a Coreia do Sul e a Coreia do Norte para cessar um estado de guerra que existe entre os dois países desde 1953.

    “Eles têm minha benção para discutir o fim da guerra. As pessoas não percebem que a guerra coreana não acabou. Ela segue neste momento. E nós estamos discutindo um fim à guerra”, afirmou.

    Abe disse que o Japão gostaria que a Coreia do Norte aceitasse uma desnuclearização completa e verificável e que Trump havia mostrado “coragem” ao tentar marcar uma cúpula com Kim.

“O Japão e nós mesmos estamos travados e nós estamos unidos na questão da Coreia do Norte”, disse Trump, sentado em um sofá ao lado de Abe no hall de entrada de sua mansão à beira-mar.

    Ambos líderes podem usufruir de uma cúpula de sucesso para receberem um impulso político em casa. Trump está envolvido em controvérsias ligadas a uma investigação sobre envolvimento russo na eleição de 2016, e Abe tem lutado contra popularidade em declínio por escândalos sobre possível nepotismo.

    Trump tem forjado laços próximos com Abe durante seus 15 meses no poder e os dois se aproximaram durante rodadas de golfe na última visita de Abe à Flórida, há mais de um ano, e na visita de Trump a Tóquio, em novembro.

Reportagem adicional de Linda Sieg, Kaori Kaneko e Stanley White, em Tóquio

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below