April 20, 2018 / 12:07 AM / 5 months ago

Netanyahu diz que ao menos 6 países cogitam mudar embaixadas para Jerusalém

JERUSALÉM (Reuters) - O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, disse nesta quinta-feira que “pelo menos meia dúzia” de países estavam cogitando mover suas embaixadas para Jerusalém após a decisão dos Estados Unidos de fazerem isso.

Premiê Benjamin Netanyahu durante evento em Jerusalém 15/4/2018 Gali Tibbon/Divulgação

O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou em dezembro que os EUA reconheceram Jerusalém como a capital de Israel, enfurecendo até os aliados árabes de Washington e consternando palestinos, que querem a parte leste da cidade como sua capital.

A embaixada dos EUA deve ser realocada de Tel Aviv para Jerusalém em 14 de maio, data em que Israel declarou sua independência em 1948.

“Para promover paz... tragam suas embaixadas aqui”, disse Netanyahu a diplomatas estrangeiros em uma recepção em Jerusalém para celebrar o 70º aniversário da declaração.

O premiê agradeceu à Guatemala, que decidiu realocar sua embaixada logo após o anúncio dos EUA, mas ele não nomeou os outros países que estariam considerando seguir a mudança.

“Eu fico feliz de dizer que há pelo menos meia dúzia de países que estão atualmente falando seriamente conosco sobre mover suas embaixadas para Jerusalém”, disse Netanyahu.

Por Ori Lewis

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below