April 24, 2018 / 11:41 AM / 7 months ago

Comitê do Senado aprova indicação e abre caminho para nomeação de Pompeo como secretário de Estado dos EUA

Diretor da CIA, Mike Pompeo 12/04/2018 REUTERS/Leah Millis

WASHINGTON (Reuters) - Um comitê do Senado dos Estados Unidos aprovou o nome de Mike Pompeo, escolhido do presidente Donald Trump para secretário de Estado norte-americano, na segunda-feira, depois que um senador republicano que vinha se opondo deu seu apoio ao ex-diretor da CIA devido à pressão do partido.

O Comitê de Relações Exteriores do Senado aprovou a indicação graças a um alinhamento partidário — todos os 11 republicanos o apoiaram, nove democratas o rejeitaram e um democrata, Chris Coons, votou “presente” porque um republicano estava em um enterro fora da cidade.

O líder da maioria, Mitch McConnell, disse haver votos suficientes no Senado para confirmar Pompeo nesta semana, o que lhe permitirá comparecer a uma cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) na sexta-feira.

Pompeo se tornou um dos assessores mais próximos de Trump durante seus 15 meses à frente da Agência Central de Inteligência dos EUA. Recentemente ele se envolveu intensamente nos preparativos de um encontro de Trump com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, o que incluiu uma reunião com o norte-coreano três semanas atrás.

Embora muitos democratas considerem Pompeo muito linha-dura e se preocupem com declarações ásperas que ele fez sobre a homossexualidade e o islã, ele tem o apoio de ao menos três senadores democratas que não estão no comitê e que concorrem à reeleição em Estados nos quais Trump venceu com facilidade em 2016. Isso praticamente garante a confirmação de Pompeo.

“Não acredito que o diretor Pompeo é alguém que sempre priorizará a diplomacia antes do conflito, particularmente no contexto das vozes de política externa agressivas que crescem ao seu redor”, disse o senador Robert Menendez, o democrata mais graduado do Comitê de Relações Externas, citando manifestações passadas de concordância de Pompeo com mudanças de regimes na Coreia do Norte e no Irã.

Nenhum republicano, com exceção do senador Rand Paul, que mudou seu voto na segunda-feira, anunciou oposição à indicação.

A mudança de última hora de Paul livrou Pompeo do constrangimento de ser o primeiro indicado a secretário de Estado a não obter o endosso do comitê desde que este começou a analisá-los no final do século 19.

Isso teria enfraquecido sua reputação internacionalmente e eclipsado o empenho de Trump para reformular sua equipe de segurança nacional depois de demitir o secretário de Estado Rex Tillerson e substituir seu conselheiro de Segurança Nacional, H.R. McMaster, por John Bolton, também conhecido por ser linha-dura.

Reportagem adicional de Makini Brice

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below