May 2, 2018 / 12:52 PM / in 7 months

Médico diz à CNN que Trump ditou atestado médico em 2015

Presidente dos EUA, Donald Trump 01/05/2018 REUTERS/Carlos Barria

WASHINGTON (Reuters) - Uma carta do médico de Donald Trump em Nova York divulgada por sua campanha à Presidência em 2015 que declara que ele seria “o indivíduo mais saudável já eleito para a Presidência” foi ditada pelo próprio Trump, disse o médico na terça-feira.

“Ele ditou a carta inteira. Eu não escrevi aquela carta”, afirmou Harold Bornstein à rede CNN.

Bornstein não estava disponível de imediato para comentar, mas confirmou o relato em uma entrevista subsequente ao canal NBC News.

A Casa Branca não respondeu de imediato a um pedido de comentário da Reuters.

“O senhor Trump passou por um exame médico completo recentemente que só mostrou resultados positivos”, disse a carta assinada por Bornstein, que disse tratar Trump desde 1980.

“Na verdade, sua pressão sanguínea, 110/65, e resultados de laboratório foram espantosamente excelentes. Sua força física e resistência são extraordinárias”, disse a carta. “Se eleito, o senhor Trump, posso afirmar inequivocamente, será o indivíduo mais saudável já eleito para a Presidência”.

Bornstein disse à NBC que sua caracterização de “mais saudável” foi “humor negro”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below