May 2, 2018 / 11:18 PM / 6 months ago

Trump visita Departamento de Estado e Pompeo diz que Coreia do Norte precisa se desnuclearizar

WASHINGTON (Reuters) - A Coreia do Norte precisa se comprometer a desmantelar seu programa de armas nucleares, disse nesta quarta-feira o novo secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, durante cerimônia de posse no Departamento de Estado, onde foi fortemente endossado pelo presidente Donald Trump.

Pompeo durante cerimônia com Trump no Departamento de Estado 2/5/2018 REUTERS/Jonathan Ernst

Foi a primeira visita de Trump ao Departamento de Estado, onde foi recebido por altos aplausos de diversas centenas de pessoas reunidas no salão de jantar de Estado Benjamin Franklin.

    “Isto é mais espírito do que ouvi do Departamento de Estado em longo tempo”, brincou Trump, elogiando as credenciais de Pompeo e retrospecto como diretor da CIA.

    Trump demitiu seu primeiro secretário de Estado, Rex Tillerson, em março após discordâncias públicas sobre Coreia do Norte, Irã e Rússia. O Departamento estava marginalizado em questões importantes de política externa e estremecido pela renúncia de diplomatas seniores.

    “Não tenho dúvida que você irá deixar a América orgulhosa como nosso diplomata-chefe da nação”, disse Trump a Pompeo antes de o vice-presidente Mike Pence comandar o juramento em uma posse cerimonial.

    Pompeo, que secretamente se encontrou com o líder da Coreia do Norte, Kim Jon Un, no feriado de Páscoa, disse que a Coreia do Norte precisa se comprometer imediatamente a desmantelar seu programa de armas, acrescentando que esforços para desnuclearizar Pyongyang ainda estão em “fases iniciais” e os resultados são “desconhecidos”.

    “Estamos comprometidos com um desmantelamento permanente, verificável e irreversível do programa de armas de destruição em massa da Coreia do Norte e vamos fazer isto sem atrasos”, disse ele, num momento em que Trump se prepara para um encontro histórico com Kim para convencer Pyongyang a abandonar seu programa de mísseis nucleares.

    Em comunicado emitido mais tarde marcando a Semana de Liberdade da Coreia do Norte, o Departamento de Estado informou estar severamente preocupado com abusos de direitos humanos pelo que chamou de um dos mais repressivos e abusivos governos no mundo.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below