May 6, 2018 / 8:06 PM / 6 months ago

Ministro do Interior do Paquistão é ferido em ataque a tiros

LAHORE/ISLAMABAD (Reuters) - O ministro do Interior do Paquistão, Ahsan Iqbal, foi ferido no que pareceu ser uma tentativa de assassinato neste domingo, disseram autoridades, um incidente que provavelmente aumentará as tensões políticas antes das eleições gerais aguardadas para o final de julho.

O ministro-adjunto do Interior, Talal Chaudhry, disse que Iqbal foi atingido no braço por uma bala no distrito de Narowal, justamente a região eleitoral dele, que fica na província central de Punjab.

“O ministro felizmente sobreviveu. Graças a Deus, ele está fora de perigo”, disse Chaudhry.

O criminoso foi preso imediatamente após o ataque, disseram autoridades.

Iqbal, político pertencente à Liga Muçulmana do Paquistão —Nawaz (PML-N), que comanda o país, e aliado do primeiro-ministro deposto Nawaz Sharif—, é uma das figuras mais importantes do governo e do PML-N.

O primeiro-ministro do Paquistão, Shahid Khaqan Abbasi, “condenou veementemente” o ataque a Iqbal e pediu um relatório sobre o incidente ao chefe de polícia da província de Punjab.

Uma fonte do governo disse que informações iniciais sugerem que Iqbal estava voltando de uma reunião com um grupo cristão, embora em seu distrito eleitoral haja outros grupos minoritários.

Os ataques de rebeldes no Paquistão caíram acentuadamente nos últimos anos, mas os militantes islâmicos continuam representando uma ameaça e realizando assassinatos.

No passado, ataques de motivação política eram comuns no Paquistão.

Por Mubasher Bukhari e Asif Shahzad

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below