May 8, 2018 / 9:29 PM / 4 months ago

Mídia estatal síria diz que Israel realizou ataque pouco após EUA abandonarem acordo com Irã

JERUSALÉM/BEIRUTE (Reuters) - A mídia estatal da Síria acusou Israel de lançar mísseis contra um alvo perto de Damasco nesta terça-feira, pouco depois de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter anunciado que abandonaria o acordo nuclear iraniano, o que levou Israel a ficar sob alerta máximo.

O Exército israelense disse que, após identificar “atividades irregulares” por parte das forças iranianas na Síria, instruiu as autoridades civis nas colinas de Golã a preparar abrigos antibombas e mobilizou novas defesas e algumas forças reservistas.

O principal general de Israel, Gadi Eizenkott, cancelou uma aparição marcada em uma conferência anual de segurança e estava conversando com o ministro da Defesa, Avigdor Lieberman, e outros chefes de segurança nacional, disseram autoridades.

O duro golpe de Trump contra o acordo nuclear, apesar de saudado por Israel, despertou temores de uma possível explosão regional.

Duas horas após o anúncio da Casa Branca, a agência de notícias estatal síria Sana relatou explosões em Kisweh, ao sul de Damasco. As defesas aéreas sírias dispararam contra dois mísseis israelenses, destruindo ambos, informou a Sana.

Um comandante da aliança regional que apoia o presidente sírio, Bashar al-Assad, disse à Reuters que a força aérea de Israel havia atingido uma base do Exército em Kisweh, sem causar vítimas.

Perguntada sobre essas declarações, uma porta-voz militar israelense disse: “Nós não respondemos a tais relatos estrangeiros”.

O Irã e o Hezbollah, do Líbano, têm ajudado o presidente sírio a derrotar uma rebelião de sete anos. Israel realizou repetidos ataques aéreos contra eles, na esperança de impedir a formação de uma frente libanesa-síria ao norte.

Um ataque em 9 de abril matou sete militares iranianos em uma base aérea da Síria. O Irã culpou Israel e disse que iria retaliar.

A mídia israelense disse que a ordem desta terça-feira para preparar abrigos antibombas em Golã foi sem precedentes durante a guerra civil na Síria. Israel capturou Golã da Síria na guerra do Oriente Médio de 1967 e anexou-a em um movimento não reconhecido internacionalmente.

Reportagem adicional por Laila Bassam e Tom Perry

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below