May 9, 2018 / 9:51 PM / in 6 months

Espanha age para bloquear ex-líder catalão de formar governo

MADRI (Reuters) - A Espanha agiu nesta quarta-feira para bloquear políticos pró-independência na Catalunha de votar no ex-líder Carles Puigdemont, que está agora na Alemanha, como o seu chefe regional com um prazo iminente para formar um governo e evitar novas eleições.

Madri disse que apelou contra uma nova lei catalã que permitira que Puigdemont fosse eleito à distância enquanto espera em Berlim para a corte alemã decidir sobre o pedido espanhol para extraditá-lo.

“Estamos apelando (perante a Corte Constitucional)... contra a lei que visa dar posse a alguém que fugiu da Justiça e está vivendo no exterior”, disse o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, a repórteres na câmara baixa do Parlamento em Madri.

A Corte Constitucional mais tarde acatou o apelo, o que significa que a lei será bloqueada até que a corte tome uma decisão final, o que pode levar meses.

Os parlamentares catalães precisam escolher um líder para formar um governo até 22 de maio para evitar novas eleições e apontar uma saída para a disputa de sete meses que deu à Espanha, quarta maior economia da zona do euro, sua maior instabilidade política em anos.

Um porta-voz do partido de Puigdemont no Parlamento em Madri minimizou as chances de novas eleições, afirmando que dois grande partidos pró-independência concordariam com um candidato alternativo.

Por Isla Binnie; Reportagem adicional por Paul Day e Jesús Aguado

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below