June 10, 2018 / 3:51 PM / 5 months ago

Guarda revolucionária do Irã mata seis pessoas que cruzaram a fronteira a partir do Iraque

BEIRUTE (Reuters) - A Guarda Revolucionária do Irã matou seis militantes que haviam cruzado a fronteira a partir do Iraque e pretendiam conduzir operações dentro da República Islâmica, informou neste domingo o brigadeiro general Mohammad Pakpour, chefe das forças terrestres da Guarda, de acordo com a imprensa estatal.

Três outros militantes foram feridos nos conflitos, que aconteceram perto de Oshnavieh e Sarvabad, no noroeste do Irã, e explosivos e armas foram recuperados na operação, disse Pakpour.

A Guarda emitiu uma nota no sábado apontando que nove militantes haviam sido mortos em conflitos com a Guarda na mesma área na sexta-feira.

Pakpour não falou mais sobre a identidade dos militantes, mas usou a palavra “terroristas”, termo utilizado pela Guarda para se referir aos militantes muçulmanos sunitas que são inimigos do Irã xiita.

Reportagem de Babak Dehghanpisheh

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below