June 20, 2018 / 1:26 PM / 3 months ago

Itamaraty cobra moderação do governo Maduro com oposição venezuelana

(Reuters) - O Ministério das Relações Exteriores brasileiro divulgou nota nesta quarta-feira na qual cobra do governo do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, moderação e respeito aos direitos inerentes às atividades da oposição, “sem a qual não pode existir democracia”.

Líder de oposição venezuelana María Corina Machado, em Caracas 30/06/2017 REUTERS/Marco Bello

O comunicado afirma que o governo brasileiro teve conhecimento, “com grande preocupação”, de informações segundo as quais o governo da Venezuela “tencionaria vincular María Corina Machado, uma das mais combativas lideranças oposicionistas naquele país, a um suposto atentado de um grupo de militares contra o presidente Nicolás Maduro ou militar de alta patente”.

Na curta nota, o Itamaraty reitera sua “mais firme condenação a todas as formas de violência política na Venezuela ou em qualquer outro país”.

A Venezuela passa por profunda crise político-econômica, agravada pela reeleição de Maduro em maio deste ano, em votação altamente criticada dentro e fora do país.

Em reunião do Mercosul em Assunção na segunda-feira, o presidente Michel Temer disse que o Brasil está atento a “eventual deterioração humanística” da situação na Venezuela.

Por Ricardo Brito, em Brasília

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below