July 2, 2018 / 11:11 AM / 3 months ago

Crise em coalizão alemã se aprofunda com ameaça de renúncia de ministro do Interior

BERLIM (Reuters) - A chanceler alemã, Angela Merkel, fará nesta segunda-feira uma última tentativa de encerrar uma disputa sobre imigração com seus aliados conservadores ao realizar mais uma rodada de conversas com seu ministro do Interior, Horst Seehofer, cuja ameaça de renúncia colocou em dúvida a sobrevivência do governo.

Chanceler alemã, Angela Merkel 02/07/2018 REUTERS/Hannibal Hanschke

Seehofer ameaçou renunciar a seu cargo no ministério e à liderança da União Social-Cristã (CSU) em um evento do partido no domingo para discutir as propostas sobre imigração que Merkel trouxe de volta após cúpula da União Europeia em Bruxelas.

Entretanto, ele foi em seguida convencido por colegas do partido a ter mais uma reunião com Merkel nesta segunda-feira para tentar resolver a disputa de longa data, e disse que tomaria sua decisão final dentro de três dias.

A União Democrata-Cristã (CDU), de Merkel, depende da CSU para manter o poder através de uma coalizão que também inclui o Partido Social-Democrata (SPD) formada há três meses após eleição realizada em setembro.

A crise política na Alemanha é o sinal mais recente de uma crescente divisão na União Europeia entre aqueles que querem manter as fronteiras abertas e aqueles que querem restringir a entrada de imigrantes no bloco.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below