July 19, 2018 / 12:24 PM / 2 months ago

Presidente do Sudão do Sul diz estar disposto a aceitar acordo de paz

JUBA (Reuters) - O presidente do Sudão do Sul, Salva Kiir, disse estar disposto a aceitar um acordo de paz para encerrar uma guerra civil e montar um novo governo inclusivo.

Presidente do Sudão do Sul, Salva Kiir 27/06/2018 REUTERS/Mohamed Nureldin Abdallah

O pacto sendo negociado no Sudão daria ao país cinco vice-presidentes e também contemplaria a segurança e a divisão de poder.

“O povo do Sudão do Sul está querendo paz, e se esse arranjo puder trazer paz ao povo do Sudão do Sul, estou pronto para aceitá-lo”, disse Kiir na noite de quarta-feira durante a cerimônia de posse de seu ministro de Relações Exteriores.

“As pessoas falam de exclusividade, ninguém deve ser deixado de fora do governo. Aceito isso”, disse.

O Sudão do Sul mergulhou em um conflito em 2013 por causa de uma disputa entre Kiir e seu ex-vice-presidente Riek Machar. Dezenas de milhares de pessoas foram mortas, um quarto da população fugiu e a economia dependente do petróleo foi arruinada.

Em 2015 um acordo de paz interrompeu brevemente os combates, mas o pacto ruiu quando Machar voltou à capital no ano seguinte.

O conflito diz respeito principalmente a desavenças étnicas entre a tribo predominante Dinka de Kiir e a Nuer de Machar.

Nesta semana Kiir nomeou Nhial Deng Nhial, ex-conselheiro presidencial e seu negociador-chefe nas conversas de Cartum, como seu novo chanceler no lugar de Deng Alor.

Reportagem de Denis Dumo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below