July 23, 2018 / 7:34 PM / 4 months ago

Supostos militantes do Boko Haram matam 18 em vilarejo do Chade

N’DJAMENA (Reuters) - Supostos militantes do Boko Haram mataram 18 agricultores e sequestraram nove mulheres no oeste do Chade, informaram autoridades, parte de uma onda de violência que se espalhou da vizinha Nigéria por toda a região.

Os agressores entraram no vilarejo de Mayerom, na região do Lago Chade, após o anoitecer da quinta-feira passada e cortaram as gargantas dos fazendeiros, disse o governador Mahamat Abali Saleh à Reuters.

    Os combatentes levaram nove mulheres, mas uma escapou, afirmou.

    “Os agricultores foram além da área assinalada pelos serviços de segurança enquanto procuravam novas terras para cultivar. É por isso que foram atacados”, acrescentou.

    O Boko Haram luta há pelo menos nove anos para criar um califado islâmico no nordeste nigeriano, e cruzou a fronteira para realizar operações no Chade, no Níger e em Camarões.

    Os episódios de violência já mataram mais de 30 mil pessoas e deslocaram cerca de 2,7 milhão.

    O Chade, que não sofreu tantos ataques quanto seus vizinhos, enviou duas mil tropas ao Níger em 2016 para reforçar a segurança depois que 32 soldados nigerianos foram mortos durante um ataque. Estas tropas foram retiradas em outubro, renovando os temores com a segurança na região.

    (Por Madjiasra Nako)

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below