August 1, 2018 / 1:04 PM / 4 months ago

Vídeo parece mostrar jornalista japonês capturado na Síria pedindo ajuda

TÓQUIO (Reuters) - Um jornalista japonês freelance detido por militantes na Síria aparentemente reapareceu em um vídeo publicado pela mídia japonesa nesta quarta-feira implorando por ajuda depois de três anos de cativeiro, disse o governo japonês.

O homem aparece de barba e macacão laranja, ajoelhado e cercado por dois homens armados, encapuzados e vestidos de preto. No vídeo exibido em vários sites da mídia, ele diz em japonês com voz tensa: “Meu nome é Umar. Sou sul-coreano. Hoje é dia 25 de julho de 2018. Estou em uma situação terrível. Por favor me ajudem imediatamente”.

Não ficou claro por que ele se identificou como sul-coreano ou usou tal nome.

O principal porta-voz do governo japonês disse acreditar que o refém é Jumpei Yasuda.

“A principal responsabilidade do governo é proteger os japoneses, e estamos nos esforçando ao máximo, usando várias redes de informação”, disse o secretário-chefe de gabinete, Yoshihide Suga, em uma coletiva de imprensa de rotina, recusando-se a entrar em detalhes.

Uma autoridade do Ministério de Relações Exteriores disse que Tóquio acredita que Yasuda tem nacionalidade japonesa.

Segundo a mídia do Japão, ele foi capturado por uma filiada da Al Qaeda depois de entrar na Síria pela Turquia em 2015. Desde então ele apareceu ocasionalmente em vídeos na internet com os cabelos cada vez mais grisalhos e compridos e a aparência mais desleixada.

Por Kaori Kaneko

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below