August 7, 2018 / 5:47 PM / a month ago

Ex-advogado de Trump está sob investigação por suspeita de fraude fiscal, diz Wall Street Journal

WASHINGTON (Reuters) - Procuradores federais norte-americanos em Nova York estão examinando se Michael Cohen, ex-advogado do presidente dos EUA, Donald Trump, cometeu fraude fiscal, disse o Wall Street Journal nesta terça-feira, citando pessoas familiarizadas com a investigação.

Advogado de Trump Michael Cohen chega a hotel em Nova York 9/5/2018 REUTERS/Brendan McDermid

Cohen, que era o advogado particular de Trump, não foi acusado de nenhum crime. O FBI apreendeu documentos e arquivos como parte de uma investigação conduzida por procuradores federais em Nova York oriunda de um inquérito liderado pelo procurador especial que investiga suspeita de coordenação entre a campanha presidencial de Trump e a Rússia na eleição de 2016.

Moscou nega ter interferido na eleição dos EUA, e Trump nega qualquer conluio por parte de sua campanha. O presidente norte-americano descreve o inquérito como uma “caça às bruxas política”.

Questionado sobre o assunto, Lanny Davis, um advogado de Cohen, disse que “à luz da investigação em curso, eu não posso responder”.

Reportagem de Lisa Lambert

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below