December 4, 2018 / 11:27 PM / 5 days ago

Vice-presidente do Equador renuncia após acusações sobre pagamentos

Vice-presidente do Equador renuncia 6/1/2018 REUTERS/Daniel Tapia

QUITO (Reuters) - A vice-presidente do Equador, María Alejandra Vicuña, renunciou ao cargo nesta terça-feira em meio a questionamentos de vários setores e depois que o presidente Lenín Moreno retirou suas funções.

Vicuña, que tomou posse oficialmente em janeiro, enfrenta uma investigação da promotoria por ter recebido transferências de dinheiro para sua conta pessoal entre 2011 e 2013, quando ocupou uma cadeira parlamentar pelo Alianza País (AP), movimento fundado pela ex-presidente Rafael Correa.

“Apresento minha renúncia, pois prefiro que ele (Lenín Moreno) possa contar com alguém que assuma definitivamente as grandes responsabilidades que ele me confiou”, disse Vicuña em uma carta publicada na terça-feira.

O presidente retirou dela na véspera as funções de vice-presidente para que pudesse se defender das investigações da promotoria e da Assembleia Nacional.

Vicuña reconheceu na semana passada a existência das transferências, mas explicou que os valores que chegaram à sua conta foram contribuições voluntárias de militantes para uma organização política aliada do AP.

Reportagem de Alexandra Valencia

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below