March 9, 2019 / 5:16 PM / 6 months ago

Manifestantes entram em confronto com polícia na Venezuela; energia segue instável

CARACAS (Reuters) - Manifestantes da oposição na Venezuela entraram em confronto com a polícia na manhã deste sábado, nos preparativos de um comício que pretende pressionar o presidente Nicolás Maduro, enquanto a eletricidade permanece intermitente, depois do pior blecaute do país em décadas. 

Dúzias de manifestantes tentaram caminhar em uma avenida de Caracas, mas foram movidos às calçadas pela tropa de choque da polícia, levando-os a gritar contra os policiais e empurrar seus escudos. Uma mulher foi atingida com spray de pimenta, de acordo com uma emissora local.

A nação da Opep entrou na escuridão na noite de quinta-feira, no que o governo do Partido Socialista chamou de sabotagem patrocinada pelos Estados Unidos, mas críticos da oposição ridicularizaram o blecaute como o resultado de duas décadas de administração ruim e corrupção.

“A polícia bate em nós, embora sofra da mesma calamidade”, disse Lilia Trocel, 58, uma comerciante. “Eu ainda não tenho energia e perdi parte da minha comida”, disse ela, referindo-se à comida estragada pela falta de energia.

Ao longo da noite, a polícia impediu organizadores da manifestação de armarem um palco no local do comício, disseram parlamentares de oposição no Twitter.

O Partido Socialista convocou uma manifestação paralela para sábado para protestar contra o que chama de imperialismo dos Estados Unidos, que impôs severas sanções ao governo de Maduro, tentando cortar suas fontes de financiamento.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below