September 24, 2019 / 4:30 PM / 2 months ago

Premiê britânico será responsabilizado na quarta-feira, diz líder trabalhista Corbyn

Britain's Labour Party leader Jeremy Corbyn speaks during the Labour party annual conference in Brighton, Britain September 24, 2019. REUTERS/Peter Nicholls

BRIGHTON, Inglaterra (Reuters) - O líder trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, prometeu nesta terça-feira responsabilizar o governo de Boris Johnson quando o Parlamento voltar na quarta-feira, novamente pedindo a renúncia de um homem que ele descreveu como “esse primeiro ministro não eleito”.

Mais cedo, nesta terça-feira, a Suprema Corte decidiu que a decisão de Johnson de suspender o Parlamento foi ilegal, levando vários líderes da oposição a exigir que o primeiro-ministro renuncie.

“Amanhã o Parlamento voltará. O governo será responsabilizado pelo que fez. Se descobriu que Boris Johnson enganou o país. Esse primeiro ministro não eleito deve agora renunciar”, disse Corbyn ao seu partido, com aplausos estrondosos e gritos de “Johnson fora”.

“Isso faria dele o primeiro-ministro britânico que menos tempo serviu na história, e com razão”, acrescentou.

Reportagem de Elizabeth Piper e William James

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below