September 25, 2019 / 2:37 PM / 2 months ago

Harry, Meghan e Archie se encontram com arcebispo Tutu durante viagem pela África

CIDADE DO CABO, África do Sul (Reuters) - O príncipe Harry, sua esposa, Meghan, e o filho de quatro meses do casal, Archie, foram recebidos calorosamente pelo arcebispo aposentado Desmond Tutu na Cidade do Cabo, nesta quarta-feira, o terceiro dia da viagem da família real britânica pelo continente africano.

Meghan e Archie visitam o arcebispo sul-africano Desmond Tutu na Cidade do Cabo 25/09/2019 REUTERS/Toby Melville/Pool

Imagens de vídeo mostraram Archie em seu primeiro compromisso como membro da realeza sentado no colo da mãe enquanto seu pai conversava com Tutu, veterano de 87 anos do movimento anti-apartheid da África do Sul homenageado com o Prêmio Nobel da Paz.

A família se encontrou com Tutu e sua filha, Thandeka, em Old Granary, um dos edifícios mais antigos da Cidade do Cabo e sede da instituição de caridade do clérigo.

Antes da visita desta quarta-feira, Tutu e sua esposa, Leah, disseram que viam a chance de conhecer o duque e a duquesa de Sussex como “um privilégio e uma honra raros”.

Tutu, que usou seu púlpito de arcebispo anglicano da Cidade do Cabo para pregar contra as injustiças do comando de minoria branca durante a era do apartheid, luta contra um câncer de próstata há anos e praticamente se retirou da vida pública.

A Fundação Legado de Desmond & Leah Tutu visa preservar o legado do religioso contribuindo com o desenvolvimento da juventude e de habilidades de liderança.

Um pequeno grupo esperou sob forte calor para dar as boas-vindas e ter um vislumbre da realeza na chegada a Old Granary. Uma idosa desmaiou e teve que ser levada para a sombra, onde transeuntes e policiais a ajudaram.

Na terça-feira, Harry e Meghan dançaram com um grupo de instrutores que ensinam jovens vulneráveis de municípios a nadar e surfar, e mais tarde visitaram a mesquita mais antiga da África do Sul no subúrbio de maioria muçulmana de Bo-Kaap.

Harry, neto da rainha Elizabeth e sétimo na linha sucessória ao trono, visita o sul da África há duas décadas para passar férias e realizar trabalhos de conservacionismo.

Na quinta-feira ele viajará sozinho a Botsuana, onde ele e Meghan passaram férias brevemente depois de começarem a namorar, em julho de 2016, e voltaram em 2017 para uma escapada romântica.

Depois Harry segue para Angola, onde visitará o projeto de remoção de minas terrestres onde fotos famosas de sua falecida mãe, a princesa Diana, foram tiradas durante uma campanha pela proibição de minas terrestres.

Ele encerra a etapa solo de seu giro no Maláui, onde se encontrará com o presidente Peter Mutharika.

Por Wendell Roelf

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below