September 30, 2019 / 12:37 PM / a month ago

Líder conservador austríaco Kurz mira crescimento econômico após triunfo eleitoral

VIENA (Reuters) - O líder conservador austríaco Sebastian Kurz comemorou nesta segunda-feira uma vitória eleitoral, e seu Partido Popular (OVP) se fortaleceu em uma disputa parlamentar que puniu a extrema-direita envolvida em um escândalo, mas as conversas para a formação de uma coalizão de governo prometem ser duras.

Líder conservador austríaco Sebastian Kurz 29/09/2019 REUTERS/Leonhard Foeger

A votação antecipada de domingo ocorreu após o colapso da coalizão de Kurz com a sigla de direita Partido da Liberdade (FPO) em maio, na esteira de um vídeo comprometedor que forçou o vice-chanceler Heinz-Christian Strache, do FPO, a renunciar.

Kurz, de 33 anos, saiu da controvérsia praticamente ileso, e o OVP obteve sua maior dianteira sobre o segundo colocado Partido Social-Democrata no pós-guerra. Agora ele enfrenta negociações tortuosas para escolher um ou dois parceiros de governo. 

As escolhas mais prováveis para compor uma coalizão são se aliar aos ressurgentes Verdes, possivelmente em uma tríplice aliança com o liberal Neos, ou renovar uma parceria com o FPO.

Mas o líder do FPO, Norbert Hofer, qualificou as chances de uma nova aliança como “muito improváveis”, dado seu desempenho ruim no domingo

A principal preocupação dos eleitores austríacos é o meio ambiente, mostram pesquisas, o que ajudou os Verdes a obterem o recorde de 14% dos votos — em 2017 eles receberam menos de 4%, o que os tirou do Parlamento.

Uma coalizão com os sociais-democratas é matematicamente possível, mas improvável com sua liderança atual.

Kurz está mantendo sigilo e reiterando seu mantra de que conversará com todos os partidos do Parlamento em busca de uma coalizão estável.

Em uma entrevista à emissora ORF transmitida nesta segunda-feira, ele disse que suas prioridades incluem fomentar o crescimento econômico em um momento de incertezas comerciais e políticas.

“Agora mesmo estamos vendo desdobramentos econômicos muito negativos na Alemanha, não solucionamos o Brexit, temos tensões nos laços comerciais com os Estados Unidos”, disse.

“O desafio para nós será obter um bom crescimento econômico no futuro também e fazer o máximo para impedir que o desemprego volte a crescer na Áustria. Esta será uma fase desafiadora”.

O OVP venceu a eleição com folga, recebendo 37,1% dos votos, de acordo com uma projeção do instituto de pesquisa Sora feita para a ORF com base em uma contagem geral dos votos, menos aqueles enviados pelo correio.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below