October 7, 2019 / 10:21 PM / 9 days ago

Macri busca apoio de jovens eleitores com incentivo a cortes de impostos

Presidente argentino, Mauricio Macri 28/09/2019 REUTERS/Agustin Marcarian

BUENOS AIRES (Reuters) - O presidente argentino, Mauricio Macri, anunciou nesta segunda-feira uma proposta de incentivo fiscal que visa aumentar emprego entre jovens, numa tentativa de ganhar terreno com um eleitorado que contribuiu para sua performance fraca na primária de agosto.

Na fase final de sua campanha à reeleição, Macri disse em uma série de tuítes que vai propor uma isenção de impostos de 100% por um ano a empregadores que contratam trabalhadores com idades entre 17 e 24 anos que estão buscando seus primeiros empregos, ou que têm menos de um ano de experiência de trabalho.

Os empregadores receberiam um corte de 75% nos impostos no segundo ano, como parte do incentivo para contratar jovens.

“Os jovens na Argentina enfrentam muitas barreiras para conseguir o primeiro emprego. Reduziremos os impostos para facilitar o acesso ao trabalho de qualidade”, afirmou Macri no Twitter.

Ele não deu mais detalhes sobre como a redução de impostos seria aplicada aos empregadores, mas um comunicado enviado pela coalizão de Macri informou que uma empresa que contrata um jovem trabalhador que ganha 35.000 pesos mensais receberia um incentivo fiscal de 5.500 pesos por mês.

A proposta de Macri, cujos eleitores geralmente ultrapassam os 50 anos de idade, sinaliza uma tentativa de atingir um importante bloco eleitoral apenas 20 dias antes da eleição, para a qual ele não é apontado como favorito.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below