October 10, 2019 / 2:07 PM / a month ago

Chegada de super tufão obriga Japão a cancelar jogos da Copa do Mundo de Rúgbi

TÓQUIO (Reuters) - Um super tufão se aproximou do Japão nesta quinta-feira, forçando o cancelamento de duas partidas da Copa do Mundo de Rúgbi, interrompendo alguns meios de transporte e ameaçando atrapalhar o Grande Prêmio de Fórmula 1 do país no fim de semana.

Imagem de satélite mostra tufão Hagibis, durante entrevista coletiva dos organizadores do Mundial de Rúgbi do Japão 10/10/2019 REUTERS/Matthew Childs

Partes do país ainda se recuperam de um tufão devastador que atingiu o Japão um mês atrás, enquanto o super tufão Hagibis segue para o norte pelo Pacífico na direção da principal ilha do país.

O tufão pode chegar ao território japonês no sábado, disse a Agência Meteorológica do Japão. “Independentemente de este tufão chegar à terra ou não, terá um impacto grave”, disse uma autoridade da agência à Reuters.

As pessoas deveriam se preparar para chuvas torrenciais, ventos intensos, ondas altas e marés de tempestade, alertou.

Os organizadores da Copa do Mundo de Rúgbi cancelaram o confronto de sábado entre Inglaterra e França, além da partida entre Nova Zelândia e Itália, devido ao risco trazido pelo tufão, e o jogo entre os anfitriões e os escoceses é dúvida.

A World Rugby, entidade que governa o esporte, e autoridades do torneio disseram que a decisão foi tomada devido aos transtornos esperados, particularmente no transporte.

A empresa aérea japonesa ANA cancelará todos os voos domésticos de e para o aeroporto Haneda de Tóquio e o aeroporto Narita do município de Chiba, situado no leste da capital, no sábado, como informou em seu site.

A Ferrovia do Leste do Japão, que serve a região que inclui Tóquio, disse que pode ter que suspender as operações em linhas convencionais, além do trem bala Shinkansen, durante o final de semana.

As operações do Shinkansen que ligam Tóquio a Osaka, cidade do oeste japonês, também podem ser interrompidas no final de semana, disse a Ferrovia do Japão Central.

Os organizadores do GP do Japão disseram que estão atentos ao tufão e trabalhando para minimizar qualquer perturbação na programação do final de semana.

O circuito de Suzuka, que deve sediar a prova de F1 no domingo, fica cerca de 300 quilômetros ao sudoeste da capital.

O tufão Hagibis deve passar por cima ou perto de Chiba, que foi duramente atingido pelo tufão Faxai um mês atrás.

O Faxai, um dos tufões mais fortes a se abaterem sobre o Japão nos últimos anos, destruiu ou danificou 30 mil casas e provocou longos blecautes.

Uma autoridade da agência de reação a desastres do governo municipal exortou a população a se preparar.

“Em particular, queremos que estoquem ao menos o equivalente a três dias de alimento e água”, disse Naoto Hayashi.

Por Kiyoshi Takenaka, Linda Sieg e Tim Kelly

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below