October 28, 2019 / 9:46 PM / 22 days ago

EUA confirmam morte do braço direito de Baghdadi na Síria

Imagem de homem que seria líder do Estado Islâmico Abu Bakr al-Baghdadi 05/07/2014 Website de Rede Social via Reuters TV

WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos confirmaram nesta segunda-feira o assassinato de Abu al-Hassan al-Muhajir, porta-voz do Estado Islâmico e figura de alto escalão dentro do grupo jihadista, em uma operação separada dos EUA, segundo uma autoridade do Departamento de Estado.

No domingo, a milícia síria curda YPG disse que al-Muhajir foi morto em um ataque conjunto de forças lideradas pelos curdos e agentes dos EUA no norte da Síria.

O comandante-geral das Forças Democráticas Sírias (FDS), Mazloum Abdi, disse que foi “uma continuação da operação anterior”, na qual o líder do Estado Islâmico Abu Bakr al-Baghdadi foi morto no fim de semana. Mazloum descreveu o porta-voz jihadista como o braço direito de Baghdadi.

Muhajir foi morto na cidade síria de Jarablus, na província de Aleppo, disse a autoridade dos EUA, falando a repórteres sob condição de anonimato.

A operação que levou à “morte do número 2 (de Baghdadi), ou de um de seus números 2”, também foi realizada pelas forças norte-americanas, disse a autoridade, acrescentando que as FDS tiveram papel importante.

O Estado Islâmico não tem sucessor declarado como líder. No entanto, no passado, o grupo se mostrou resistente, continuando a montar ou inspirar ataques, apesar de perder a maior parte de seu território nos últimos anos.

Reportagem de Humeyra Pamuk

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below