December 7, 2019 / 4:00 PM / 7 months ago

Estados Unidos e Irã trocam prisioneiros em ato raro de cooperação

DUBAI (Reuters) - Estados Unidos e Irã libertaram prisioneiros neste sábado em uma rara troca de presos entre os dois países, representando um ato de cooperação entre dois inimigos de longa data cujas relações se deterioram após a chegada do presidente Donald Trump ao poder.

Trump disse que Xiyue Wang, um cidadão norte-americano detido no Irã há três anos acusado de espionagem, estaria retornando aos EUA. Uma autoridade do Irã disse que o iraniano Massoud Soleimani havia sido libertado nos Estados Unidos.

A Suíça facilitou a troca e a agência estatal iraniana de notícias IRNA disse que o ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, recebeu Soleimani em Zurique, onde a troca teria ocorrido. Segundo a agência, Soleimani deve retornar ao Irã nas próximas horas.

Em um comunicado publicado pela Casa Branca, Trump não mencionou a libertação de Soleimani, mas agradeceu o governo suíço pela ajuda na negociação de Wang.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below