December 13, 2019 / 4:47 PM / 7 months ago

Conversa de políticos é vazia diante de aumento de emissões, dizem ativistas climáticos

Manifestantes particpam de protesto do Extinction Rebellion durante a COP25, em Madri 08/12/2019 REUTERS/Javier Barbancho

MADRI (Reuters) - Ativistas climáticos exigiram que governos coloquem a ciência acima de interesses políticos mesquinhos nesta sexta-feira, e negociadores se empenhavam para obter compromissos mais robustos no último dia de uma cúpula climática da Organização das Nações Unidas (ONU) cuja meta é diminuir o risco de um aquecimento global catastrófico.

O Extinction Rebellion, grupo de desobediência civil que reuniu milhares de manifestantes que arriscaram ser presos neste ano, fez sua reivindicação depois de se reunir com autoridades de alto escalão na reunião enquanto os negociadores lutavam até o último minuto.

“Tivemos 25 anos de conversas, e a única coisa que realmente importa é que emissões globais ainda estão aumentando”, disse Tim Crosland, membro proeminente do Extinction Rebellion, que lançou sua campanha ocupando pontes e interditando ruas do Reino Unido pouco mais de um ano atrás.

“Dizemos que vocês têm que direcionar a conversa para o que é necessário, para o que tem que ser feito para evitar um desastre, e essa é a única conversa que realmente importa”, disse ele aos repórteres.

Ele falava depois de representantes do Extinction Rebellion terem se encontrado com Gonzalo Muñoz, enviado do Chile para o combate à mudança climática que preside as tratativas, e outras autoridades.

A conferência de duas semanas, que foi transferida para a Espanha devido às revoltas sociais no Chile, entrou em seu último dia com os delegados discutindo pendências do Acordo de Paris de 2015, que visa limitar a rápida intensificação da temperaturas globais.

Entre as questões a serem resolvidas estão fundos para ajudar os países mais vulneráveis à mudança climática, regras para o comércio internacional de créditos de carbono e se as grandes nações darão um sinal forte sobre a intenção de conter as emissões.

O progresso tortuoso das conversas contrasta muito com a explosão de ativismo climático vista no ano passado, dos protestos coloridos do Extinction Rebellion para bloquear o trânsito nas cidades às greves estudantis inspiradas pela ativista adolescente Greta Thunberg, que falou na cúpula desta semana.

Vendo as negociações anuais entrarem na fase tradicional de vale-tudo de última hora, que podem se estender por toda a noite, alguns negociadores disseram temer que a conferência termine com resoluções fracas.

Reportagem adicional de Jake Spring

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below