December 18, 2019 / 11:35 AM / a month ago

Líder da China visita Macau em meio a tumultos na vizinha Hong Kong

MACAU/HONG KONG (Reuters) - O presidente da China, Xi Jinping, chegou a Macau nesta quarta-feira para comemorar o 20º aniversário da devolução do território à China, e deve anunciar vantagens econômicas como recompensa pela estabilidade e lealdade da localidade, enquanto a vizinha Hong Kong é abalada por protestos.

Presidente chinês, Xi Jinping, cumprimenta menina no aeroporto de Macau 18/12/2019 REUTERS/Jason Lee

A segurança foi reforçada no polo de jogos de azar, especialmente para pessoas que chegavam de Hong Kong. Entre as políticas que Xi deve anunciar estão medidas para diversificar a base econômica da antiga colônia portuguesa para além dos cassinos.

“Nós nos daremos as mãos para elaborar o modelo do desenvolvimento futuro de Macao”, disse Xi depois de chegar ao aeroporto de Macau, de acordo com a agência de notícias oficial chinesa Xinhua.

Entre as medidas que Xi deve anunciar estão planos de transformar a região em um centro financeiro, o que incluiria uma nova bolsa de valores em iuan.

A visita de Xi para sua passagem oficial mais longa por Macau incluirá encontros com autoridades de governo e representantes do empresariado, além da cerimônia de posse do novo líder escolhido por Pequim, Ho Iat-seng, na sexta-feira.

Macau voltou ao controle chinês em 20 de dezembro de 1999 com a mesma fórmula “um país, dois sistemas” concebida para preservar a autonomia com a qual Hong Kong é governada.

Enquanto manifestantes de Hong Kong, que fica diante da nascente do Rio Pérola, estão revoltados com o que veem como uma intrusão de Pequim em suas liberdades, Macau tem testemunhado pouca discórdia.

Os protestos são muito raros no território, para o qual mais da metade dos 620 mil habitantes imigrou da China nas últimas décadas.

“O governo central e o povo chinês têm orgulho das conquistas e do progresso”, disse Xi, segundo a Xinhua.

Bandeiras e faixas vermelhas de congratulação foram instaladas nas ruas e sobre os edifícios da cidade para as comemorações do aniversário na sexta-feira.

“Macau é a melhor, melhor do que Hong Kong. Hong Kong foi tomada por esses arruaceiros, e todos nós somos afetados”, disse uma mulher de 73 anos de sobrenome Cheung.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below